Arquivos Mensais: fevereiro 2012

1ª Etapa Circuito das Praias – Mongaguá

Você sabe qual é a sensação de correr no deserto? Não?! Então você com certeza não correu em Mongaguá no último domingo.
Estava um calor de quase 40 graus. Tinha um sol pra cada um. Um monte de gente passando mal e sendo levada na ambulância. Condições realmente desumanas.
Quando a buzina da largada soou, ninguém ouviu. Só meu amigo Márcio Farias. Se ele não tivesse saído correndo na frente de todo mundo acho que estaríamos lá até agora esperando para largar. Quando vimos ele lá na frente junto com o batedor um olhou para a cara do outro com uma enorme interrogação na cabeça e, alguns segundos depois, saímos todos no estouro da boiada.
Não sai muito forte. Isso estava me garantindo uma prova bem homogênea na primeira metade da prova. Passei o 1º km com 3′ 50”. Altíssimo! Mas passei o 2º também com 3′ 50” e repeti isso no 3º km. Passei o km 4 com 3′ 52” e o 5º com o mesmo tempo. Terminei a primeira metade da prova em 19′ 14”. Estava excelente. Estava em um ritmo bom e fácil. Tranquilo.
Mas o calor estava realmente infernal. Os quase 40º, após a metade da prova, traziam a impressão térmica de quase 50º.
Então comecei a passar mal a partir do km 6 e meu ritmo foi caindo. No km 8 eu já estava trotando. No 9 eu tive que parar para andar. Um absurdo! Fazia muito tempo que isso não acontecia. Mas se eu não fizesse isso iria desmaiar com certeza.
No final ainda consegui fazer um tempinho razoável. Fechei com um tempo líquido de 41′ 32” e 41′ 48” no bruto. Para as condições sub-humanas, até que não foi ruim. Isso significa que eu poderia ter feito uns 39′ se não fosse esse mal estar do final da prova. Inclusive um amigo do Márcio que correu atrás de mim a prova toda seguiu no mesmo ritmo até o fim e fechou com 39′. Isso dá boas esperanças para as próximas provas.

Essa prova encerrou um ciclo muito cansativo. Foram 7 semanas consecutivas de prova todo domingo. Estou exausto e com o corpo pedindo arrego. Agora terei 5 semanas de descanso. Das corridas, é claro. Vou tirar esse treino para descansar na primeira semana e descer a ripa nos treinos nas outras 4. Hora de se preparar, pois o ano começou pra valer com o início dos circuitos importantes na Baixada Santista.

Volto com notícias. Abraços!

Rumo aos 35′!!!

Minhas fotos

Todas as fotos (By COSTAMA)

Vídeo da Largada (By COSTAMA)

Circuito Riviera – 2ª Etapa

Corri um percurso de 7 km em 28′ 09”. Até que não foi ruim. Cheguei em 7º lugar no geral.
Mas o mais legal foram os primeiros kilômetros. Liderei a prova durante longos 2,5 km. Foi show!
Eu sei que muita gente vai dizer que isso é uma idiotice, pois o que adianta liderar os primeiros kilômetros e chegar em sétimo lugar?! Ora, não sei se vou vencer uma corrida um dia. Mas sensação que eu sinto nesses momentos na frente são indescritíveis! Ser escoltado pelos batedores sem ninguém na frente é uma sensação fantástica. Mesmo que seja só por uns 10 minutos (o que já não é pouco), isso não tem preço. Talvez muita gente ache isso uma tolice. Dá a impressão que eu sacrifico o resto da minha corrida com esse ritmo inicial. Mas, pessoal, me dá um desconto, vai. Correr não pode ser só metas a cumprir ou ritmos pragmáticos. De vez em quando é bom tirar uma prova só para se divertir fazendo o que se gosta. E o que eu mais gosto é de estar na frente… hehe. Detalhe: esses momentos estão ficando cada vez mais longos. Foi a primeira vez que liderei por tanto tempo. Nunca tinha liderado por mais de 1 km. Ontem 1… hoje 2,5… amanhã 5… e assim vai. Ainda chego lá!

Rumo aos 35′!!!

Forte abraço

Fotos

Circuito Praia Limpa Peruíbe – Bem melhor…

Com o início das sessões de tiros, já começo a me sentir mais leve e mais veloz. Com isso o tempo da 7ª etapa do Circuito Praia Limpa já foi bem melhor: 19′ 17”. As parciais foram as seguintes:

1 km – 3′ 28”
2 km – 7′ 24” – 3′ 56”
3 km – 11′ 21” – 3′ 57”
4 km – 15′ 19” – 3′ 58”
5 km – 19′ 17” – 3′ 58”

Diferente das outras provas (onde eu cheguei quase morto), dessa vez eu cheguei absolutamente inteiro. Deu até um certo peso na consciência por perceber que eu poderia ter me esforçado mais. Sinal de que o planejamento está dando certo e que ainda há muito mais para melhorar durante o ano.
Ao contrário do que eu pensava, o nível da prova estava muito forte. Não deu para pegar pódio. Fiquei em 10º lugar no geral e 2º na categoria.
Para semana que vem ainda estou pensando se vou ou não correr a 2ª etapa do Circuito Riviera. A grana tá curta. Vamos ver o que Deus prepara.

Volto com notícias. Rumo aos 35′!!!

Abraço

Minhas Fotos

Todas as Fotos

Vídeo da Largada (by COSTAMA)

Preparar… apontar… fogo!!!

Na semana passada encerrei o período de trabalho de base. Foi um mês inteiro de muita rodagem longa, treinos em subidas e musculação.
Terminado essa parte do planejamento, é hora de iniciar as sessões de tiros. Com isso, espero estar novamente com a velocidade a mil por hora. Aliada à resistência adquirida no trabalho de base, essa parte do treino promete trazer de volta os bons resultados.

Rumo aos 35′!!! #VAMOQUEVAMO

Circuito Praia Limpa 2012 – Guarujá

A prova de domingo marcou o fim do trabalho de base. Foi uma prova cheia de altos e baixos. Apesar do tempo alto teve seu lado bom e lado ruim.
Pontos negativos – Novamente fiz um tempo horrível e corri para 20′ 54”. Não mantive o ritmo uniforme e dei uma quebradinha nos últimos 2 km.
Pontos positivos – Todos os corredores correram pelo menos 1′ 30” acima de seus melhores tempos nos 5 km e 3′ acima nos 10 km. Para se ter uma ideia, o campeão nos 10 km, Fábio Oliveira Chagas, venceu com 34′ 30”. Todos sabemos que ele corre na casa dos 29′. Quem marcou com GPS afirma que cada volta de 5 km tinha 5.300 metros. Além disso o sol estava de rachar. Quase 40 graus. Um sol para cada um. Eu finalmente consegui largar bem. As parciais foram 3′ 25”, 7′ 23” (3′ 58”), 11′ 43” (4′ 20”), 16′ 03” (4′ 20”) e 20′ 54” (4′ 51”). Fica evidente na discrepância das parciais que havia kilômetros superfaturados. Afinal, nem nos longões mais lentos eu faço um pace de 4′ 51”. Nas provas, pelo menos 4′ 15” eu mantenho. Ou seja, por todas essas condições adversas, considero que o resultado até que foi positivo. Fechei a prova em 1º lugar na categoria e 10º lugar no geral. Isso porque mais uma vez a péssima organização da Rede Acesso não sinalizou a prova corretamente e, na chegada, ao invés de virar para a esquerda para terminar o percurso, virei à direita como se fosse fazer os 10 km. Só depois de alguns (preciosos) segundos um cara gritou: “Ei… é por aqui!”. Com isso eu perdi mais de 10 segundos e uma posição na classificação geral, pois um corredor que tomou o caminho correto, passou na minha frente e eu não tive mais como alcançá-lo.

Essa prova marcou o fim do trabalho de base. Agora começam os tiros e minha velocidade e resistência muscular deve voltar e ainda mais forte.

Rumo aos 35′!!! Forte abraço!

Fotos da Corrida (By COSTAMA)

Vídeo da Largada

Vídeo da prova no UOL