Arquivos Mensais: janeiro 2012

Corrida do Carteiro

Minha primeira prova de 10 km do ano foi mais uma prova com tempo péssimo! Eu já sabia que não iria muito bem por causa do trabalho de base. Mas fazer 43′ 15” foi demais pra mim. Não esperava ir tão mal.
Dizem que a prova tinha entre 300 e 400 metros a mais. Mas não sei não… se a prova foi aferida pela FPA, acho meio difícil de isso acontecer. Eu fui é mal mesmo.
A prova tinha subidas, eu esqueci o relógio, perdi meu número de peito e passei a prova toda me sentindo um pipoca… enfim… o dia não foi bom.
Semana que vem tem prova de 5 km no Guarujá. Vou correr em casa ainda em época de trabalho de base. Só Deus na minha vida!

Volto com notícias. Abraço

Anúncios

1ª Etapa Circuito Riviea

No último domingo aconteceu a etapa de abertura do Circuito de Corridas dos Amigos de Riviera de São Lourenço. Prova prevista para 6 km. Mas, pra variar, o percurso não teve a distância anunciada. Já estou até me acostumando com isso. Foi uma corrida de 5,5 km.
Novamente meu desempenho não foi bom. Terminei a prova em 7º lugar com um tempo de 22′ 20”. Média de 4′ 03” / km. Isso já era previsto por causa do treino pesado do trabalho de base. Não estou com muita velocidade durante esse período. Mas continuo apostando nesse trabalho para colher bons frutos daqui a alguns meses.
Apesar disso, o resultado já foi muito melhor do que na primeira etapa do ano passado. Em 2011 o percurso era exatamente o mesmo e eu terminei a prova em 15º lugar com o tempo de 23′ 48” e nem estava treinando pesado. Ou seja, mesmo em época de trabalho de base, ainda consegui baixar 1′ 30” do meu tempo no ano passado. Isso é bom mas não é o caso de ficar muito eufórico, pois a última etapa do ano passado também foi nesse percurso e eu fiz 21′ 14”. Isso mostra que eu melhorei 2′ 34” nesse percurso no ano passado e o planejamento nem foi tão bom quanto está sendo esse ano. Sendo assim, creio que posso esperar grandes resultados com excelentes melhoras esse ano.
A manhã em Riviera foi, como sempre, agradabilíssima. Além de reencontrar os amigos do circuito (que eu não via desde a última etapa do ano passado), encontrei também meu amigo Márcio Farias, que teve um excelente desempenho e chegou em 4º lugar com 21′ 40”. Parabéns, Márcio!
Além disso, pude levar minha família para um programa esportivo. Acompanharam-me minha mãe, minha esposa, minha filhinha Júlia e meu filhão Kleber II que participou de sua segunda corrida de rua e ficou super contente. Parabéns, filhão! O papai te ama!!!
Então é isso pessoal… seguimos com o trabalho de base e os treinos pesados. No próximo final de semana tem mais com a Corrida dos Carteiros. Prova de 10 km, em São Paulo. Volto com notícias!

Rumo aos 35′!!!

Forte abraço

Fotos da Corrida

Trabalho de base: uma aposta no futuro

Estou em uma época difícil do treinamento. O trabalho de base está sugando todas as minhas forças. São treinos em 2 períodos: manhã e noite. De manhã chega a 2 horas de treino. A noite mais 1 hora de corrida e, dependendo do dia da semana, mais 1 hora de musculação. São 4 horas de treino! Isso dói! Tem hora que dá vontade de matar o cara que inventou esse vício de corrida. Não sei o que é mais doído: correr ou dormir pouco para conseguir acordar às 5 da manhã todos os dias. A vida se resume em Acordar, treinar, trabalhar, treinar e dormir. Treino… treino… treino… muito treino. Chego a rodar 30 km em um dia e ainda tem a musculação. E o pior é que eu chego todo arrebentado nas competições e não consigo ir bem nas provas.
Mas então… pra quê fazer isso? Simples: é uma aposta no futuro.
O trabalho de base prepara o corpo para o trabalho específico. São treinos longos e estafantes: longas rodagens, subidas e musculação. No início é muito doloroso. Mas aos poucos o corpo vai se acostumando com esse esforço. Novas fibras são recrutadas e as células aprendem a se recuperar mais rápido. Isso trará um imenso benefício no futuro.
Portanto, talvez os resultados das corridas não sejam bons no início do ano. A idéia é conseguir chegar pelo menos nos meus melhores tempos do ano passado ainda no primeiro semestre. Mas na segunda metade do ano com certeza colherei os frutos de todo esse esforço e pulverizarei todos os meus recordes pessoais.
Tem que ser assim: plantar agora para colher depois. Tenho um objetivo a alcançar e não vou desistir. Deus está e sempre estará comigo.

Rumo aos 35′!!!

Circuito Praia Limpa Bertioga – Valeu pela estréia

Não fui nada bem na minha primeira corrida do ano. Prova de 5 km e eu esperava fazer um resultado no mínimo razoável, já que eu estou indo muito bem nos treinos de base. Porém, esses treinos são pesados e estafantes. Isso faz com que fiquemos mas lentos mesmo. Mas eu esperava fazer pelo menos 19′. Correr na casa dos 20 minutos foi um péssimo resultado. Fiz um tempo líquido de 20′ 40” e cheguei morrendo.
Mesmo com toda essa remelagem, ainda consegui ficar em 7º lugar no geral e em 1º na categoria M3034. Serve de consolação pelo mau tempo.
Mas tudo bem… a experiência adquirida até agora na corrida já me deu amadurecimento suficiente para não me deixar abater com esse resultado e tirar as lições aprendidas. Sei que estou em trabalho de base e isso me deixa mais lento. Mas realmente estou muito gordo. Estou 3,5 kg mais pesado do que no final do ano passado. Preciso perder esse peso extra urgentemente. Depois pensar em perder mais aqueles 7 kg que eu já estava planejando.
Não vou desistir. Jamais! Semana que vem tem mais. Volto com notícias.

Rumo aos 35′!!!

Forte abraço a todos

Resultados

Fotos da corrida (By COSTAMA)

Vídeo da Largada (By COSTAMA)

Vai começar a Temporada de Corridas

No próximo domingo acontecerá a 1ª etapa do Circuito Praia Limpa, em Bertioga/SP. Será minha primeira prova do ano. 5 km para aquecer e iniciar o ano na velocidade.
Estou em fase de trabalho de base com treinos muito longos e pesados. Mas mesmo assim não quero fazer feio na abertura da temporada. Estou muito ansioso! Louco para começar logo.

Volto com notícias. Rumo aos 35′!!!

Forte abraço

De volta aos treinos

Era para as férias durarem até semana que vem. Mas eu não resisti; vesti o tênis ontem e sai correndo. Parecia uma criança que há muito tempo não brincava. Enfim… fim de férias! Estou de volta aos treinos.
Essa semana serão apenas corridinhas leves para readaptar o corpo e matar a saudade. Semana que vem já iniciarei o trabalho base com rodagens mais fortes e mais longas além de subidas. Será assim nas próximas 4 semanas quando finalmente iniciarei as sessões de tiros até o meio do ano. Todo planejamento para o primeiro semestre está publicado na minha Página de Treinos.
O plano de ação já está traçado. Ele me exigirá muita dedicação pois a planilha prevê treinos muito fortes como longões de 30 kilômetros e treinos em 2 períodos. Tem que ser assim, pois tenho grandes objetivos para esse ano e pretendo alcançá-los.

Rumo aos 35′!!!

Forte abraço a todos e bons treinos

35 minutos – Nasce um novo desafio

No ano passado consegui a concretização de um sonho: correr 10 km na casa dos 39 minutos. O bordão “Rumo aos 39′!!!” me acompanhou durante 2 anos e meio. Depois de muita luta, lesões, alegrias, tristezas e milhares de kilômetros entre treinos e competições, o dia 25 de setembro de 2011 ficou conhecido por mim como “o dia 39″. Com o tempo oficial de 39′ 04”, consegui alcançar meu objetivo nos 10 Km Tia Jô, a prova mais tradicional de Cubatão.
Depois disso não quis traçar um novo objetivo. Preferi passar o resto do ano curtindo o feito.
Mas, com o início de 2012, é chegada de traçar uma nova meta… um novo sonho. O número já estava na cabeça há algum tempo. Só estava esperando ele amadurecer um pouco. E ele não saiu da minha cabeça durante o resto do ano de 2011.
Então está definido: a próxima marca a ser alcançada é correr os 10 Km na casa de 35′. Isso mesmo… 35 minutos. É uma marca de respeito e eu sei que para alcançá-la demandará esforço e dedicação muito grande. Tenho consciência de que baixar 4 minutos para fazer 35′ será muito mais difícil do que foi baixar 11 minutos para fazer 39′, pois 50 minutos é uma marca de iniciante que cai drasticamente com um pouco de treino. Mas 39 minutos já é uma marca muito mais difícil de se baixar. Demorei 2 anos e meio para vencer o desafio dos 39′. Vamos ver quanto tempo levarei para alcançar essa nova meta.
Mas apesar da grande dificuldade do desafio, sei que Deus estará comigo como esteve no desafio anterior. Ele nunca me desamparou e não será agora. Também sei que poderei contar com a força e incentivo dos amigos e familiares que sempre estão ao meu lado torcendo por mim.
Então é isso… a guerra está travada! Quem é covarde volta; quem não é vem comigo! Agora o slogan é este:

Rumo aos 35′!!!

Forte abraço